regiaonorte.net
Sem FOTO:456

Igreja do Senhor Bom Jesus da Cruz

Barcelos, distrito de Braga

A Igreja do Senhor Bom Jesus da Cruz localiza-se em Barcelos, distrito de Braga e constitui um notável exemplar de arquitectura barroca de influência italiana.

A sua origem está relacionada com o misterioso aparecimento de uma Cruz de terra negra no chão do campo da feira, em 20 de Dezembro de 1504, onde logo se construiu uma pequena capela com uma imagem do Senhor da Cruz, que um comerciante trouxe da Flandres, para lembrar o sinal divino. Deste aparecimento surgiu uma lenda que ainda hoje se conta e se encontra registada no interior do Templo.

Em 1698 o arcebispo de Braga, D. João (IX) de Sousa lançou concurso para a traça de uma nova igreja que substituiria a capela quinhentista cujos trabalhos foram apresentados pelos arquitectos, lisboeta João Antunes, e nortenho Manuel Fernandes da Silva. 

Ambos os projectos previam uma igreja de planta centralizada, o que corresponde a uma tradição pré-medieval ainda em vigor de assinalar lugares especiais ou sagrados com ermidas de planta deste tipo. Foi escolhida uma das propostas de João Antunes, e a construção iniciou-se em 1705 para vir a dar culto em 1710.

O arquitecto optou por um estilo característico do norte de Portugal, em que o granito, e o branco da cal se conjugam aqui nas harmoniosas formas barrocas de inspiração italiana com certa semelhança estrutural com a igreja da Serra do Pilar, em Vila Nova de Gaia.

A marca de qualidade do arquitecto João Antunes está bem patente no projecto onde se destaca o impacto cenográfico da construção. A austeridade decorativa tem real expressão no exterior, na alternância de paredes lisas e curvas e na hierarquia das passagens para o interior. 

No interior, o espaço central, destinado à oração reservada, é protegido das grandes multidões de peregrinos através de um corredor que corre paralelamente às três entradas. 

De cúpula e planta centrada com o espaço interior disposto em cruz latina, as paredes revestidas com painéis de azulejos azuis e brancos, com cenas da Via Sacra e motivos vegetais são da autoria de João Neto. Os altares de talha dourada são da autoria do escultor e entalhador Barcelense Miguel Coelho. 

A imagem do Senhor Bom Jesus da Cruz, uma obra de arte flamenga, do início do séc. XVI é uma escultura em tamanho quase natural apenas com o rosto e as mãos pintados. 

De planta octogonal, a igreja edificada impressiona pela sua robustez. As paredes grossas e a pesada cúpula de granito com cerca de 10 metros de diâmetro produzem um certo impacto austero.

É neste local que tem lugar a Festa das Cruzes, que se realiza em Maio, onde se podem admirar os tapetes de pétalas que cobrem o chão da igreja durante o evento que dura cinco dias.

O Templo encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1958.

 

 

Textos de Salomé Reis para os Portais RegiaoNorte.net e regiaocentro.org

 


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Cavaco é contra a eutanásia e diz que os deputados não estão legitimados para a legalizar
Ex-Presidente da República entende que os eleitores não devem votar em 2019 nos partidos que apoiarem agora a legalização da morte assistida.

Ferroviários marcam greve para 12 e 13 de Junho
Depois de agendarem uma paralisação de um dia, a 4 de Junho, os sindicatos marcaram novo protesto. Em causa está a circulação com agente único.

“Viajar” (no tempo certo) … Da “escola que temos” para a “escola que queremos”

Uma conversa de aniversário
Gonçalo Ribeiro Telles fez 96 anos. Este é o registo de um telefonema de parabéns.

Sistema de controlo de velocidade dinâmica ajudará a descongestionar a VCI
Um estudo encomendado pela câmara aponta também como soluções a rectificação de nós de ligação da VCI à rede viária nacional e municipal.

Gaianima: Ricardo Almeida condenado com pena suspensa, João Pinto e Angelino Ferreira absolvidos
Ministério Público acusava os ex-administradores da empresa municipal de abuso de poder e crimes de peculato, que terão sido cometidos entre 2011 e 2013 até à dissolução da empresa.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade