regiaonorte.net
Sem FOTO:1

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

cruzamento entre a Praça de Carlos Alberto e a Rua do Carmo, na freguesia da Vitória, Porto

Nas proximidades da Igreja e Torre dos Clérigos, localiza-se a Igreja do Carmo ou Igreja da Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, no cruzamento entre a Praça de Carlos Alberto e a Rua do Carmo, na freguesia da Vitória, Porto. Foi construída na segunda metade do século XVIII, entre 1756 e 1768, pela Ordem Terceira do Carmo, cujo projecto de marca barroco/rococó é da autoria do arquitecto José Figueiredo Seixas. A construção do hospital começou mais tarde, ficando concluído em 1801.

A fachada frontal, de cantaria, é ricamente trabalhada e possui um portal retangular, ladeado de duas esculturas religiosas dos profetas Elias e Eliseu executadas em Itália. Está rematado por um amplo frontão e no corpo superior da frontaria, os coruchéus e esculturas das figuras dos quatro Evangelistas, revelam influências do estilo “barroco Italiano” criado por Nicolau Nasoni.

A fachada lateral da Igreja do Carmo está revestida por um grandioso painel de azulejos datados de 1912, desenhado por Silvestre Silvestri, pintado por Carlos Branco e executado nas fábricas do Senhor do Além e da Torrinha, em Vila Nova de Gaia. Representam cenas alusivas à fundação da Ordem Carmelita e ao Monte Carmelo. O interior da Igreja do Carmo possui retábulos desenhados por um dos maiores mestres entalhadores portugueses, Francisco Pereira Campanhã.

Esta igreja está geminada com a Igreja dos Carmelitas Descalços, do lado oeste, que pertencia ao extinto convento, hoje ocupado pela Guarda Nacional Republicana. Depois da autorização régia em 1616 para a instalação dos carmelitas no Porto, a sua construção decorre entre 1619 e 1628. De fachada maneirista erudita, encerra valioso património retabular barroco e rococó; o órgão de tubos e um retábulo-mor é da autoria de José Teixeira Guimarães, grande mestre entalhador da segunda metade do século XVIII.

As duas igrejas formam um monovolume provocando enorme impacto visual, que, para o observador menos atento, pouco permite diferenciar a existência dos dois elementos. Foi classificada como Monumento Nacional a 3 de Maio de 2013, em conjunto com a Igreja dos Carmelitas adjacente.

 

 

 

 

 

 



loading...



COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Michel Combes: “Portugal é um diamante" para a Altice
Na véspera de a ERC anunciar o parecer sobre a compra da TVI, Patrick Drahi trouxe a Lisboa o seu estado-maior para o encontro de quadros anual do grupo Altice. E anunciou a mudança de Meo Arena para Altice Arena.

EDP garante protecção "bem constituída" das linhas eléctricas
Presidente do Conselho de Administração da empresa mostra-se "surpreendido" e refuta as conclusões do relatório do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais, que refere que o fogo foi causado por "contactos entre a vegetação e uma linha eléctrica de média tensão" da EDP.

Inimputáveis?
A António Costa só nos resta pedir que não nos faça chorar mais, que faça de uma vez o que tem de ser feito. Porque este Governo pode ser popular, mas não pode mesmo ser inimputável. Ou será, senhor Presidente?

“Está na altura de reformular o nosso modelo” de combate a incêndios, diz Costa
Para o primeiro-ministro, assumir responsabilidades não é fazer demissões, mas pôr em prática as propostas da comissão independente e executar a reforma florestal.

Risos madrugadores, férias, contradições e zero demissões
O filme político de mais um dia trágico em que Marcelo andou sempre à frente de Costa e foram ditas algumas frases no mínimo surpreendentes.

Uma comédia chamada Estado português
“O mais fácil para mim seria a demissão”, disse a ministra da Administração Interna. Por favor, faça o mais fácil, e vá-se embora de vez.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade