regiaonorte.net
Sem FOTO:1

Ponte da Arrábida

projecto da autoria do engenheiro de pontes Edgar António de Mesquita Cardoso

Desde a década de 30, e devido ao crescimento demográfico que se verificou mais tarde no distrito do Porto e no concelho de Vila Nova de Gaia, a circulação rodoviária na Ponte D. Luiz I passou a fazer-se com muita dificuldade, criando-se a necessidade da construção de uma nova ponte que ligasse as duas margens do Rio Douro.

Em Março de 1957 foram iniciadas as obras da construção da ponte da Arrábida muito próximo da foz do rio Douro, cujo projecto, da autoria do engenheiro de pontes, Edgar António de Mesquita Cardoso, fora aprovado pela J.A.E. (Junta Autónoma das Estradas) em 1955. Para muitos especialistas foi considerada a sua maior obra-prima. A 22 de Junho de 1963, no mandato de Nuno Pinheiro Torres, foi inaugurada a Ponte da Arrábida, com um arco de 270 m de vão e 44 m de flecha, constituindo então, a ponte em arco de betão armado com maior vão em todo o mundo.

Esbelta e simples, trata-se manifestamente de uma obra funcional, cujas dimensões dos elementos estruturais são equilibradas com uma distribuição proporcionada, conferindo à ponte transparência, harmonia e leveza. Dispõe de quatro elevadores para a deslocação de peões no sentido de vencerem a distância de setenta metros do rio ao tabuleiro, facilitando assim a travessia pedonal. Nas torres dos elevadores, parte integrante da estrutura daquela obra de arte, podem observar-se quatro esculturas ornamentais com cinco metros de altura, fundidas em bronze. Duas do lado do Porto, do escultor Barata Feyo conjuntamente com o escultor Gustavo Bastos, simbolizando "O Génio Acolhedor da Cidade do Porto" e "O Génio da Faina Fluvial e do Aproveitamento Hidroeléctrico"; e duas do lado de Gaia, do escultor Gustavo Bastos, representando "O Domínio das Águas pelo Homem" e "O Homem na sua Possibilidade de Transpor os Cursos de Água".

A existência da A1, a autoestrada que liga a cidade do Porto à cidade de Lisboa, está intimamente ligada à ponte da Arrábida, aproximando o norte e o sul do país, passando sem esforço a prova do tempo e do uso. Em 23 de maio de 2013 foi classificada como monumento nacional, constituindo, sem dúvida uma estrutura emblemática e motivo de orgulho para a capital do norte.

 

 

 

 

 



loading...



COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Túnel vertical: nova estratégia para salvar o bebé preso no poço em Málaga
As equipas de resgate optaram por construir um túnel vertical e paralelo ao de Julen porque a construção do orifício horizontal encontrou problemas no terreno.

General Ossufo é novo líder da Renamo em primeira eleição democrática
Maior partido da oposição moçambicana elege antigo comandante da guerrilha para suceder a Afonso Dhlakama. O grande derrotado é Elias Dhlakama, irmão mais novo do líder histórico da Renamo.

Quem vai ganhar a batalha final do Brexit?
Tendo sobrevivido ao voto de censura, resta saber como Theresa May desatará o nó político de Brexit.

A cannabis recreativa deve ser legal? O que defendem BE e PAN
Os dois partidos levam a discussão no Parlamento iniciativas para legalizar a cannabis para uso recreativo. Dos postos de venda às restrições, do autocultivo às sanções, saiba o que propõem.

Criados vasos sanguíneos humanos em laboratório – e podem ajudar diabéticos
O sistema vascular criado numa placa de Petri foi transplantado para ratinhos e funcionou. Este novo método pode ajudar a evitar alterações nos vasos sanguíneos de diabéticos e perceber melhor as causas das doenças vasculares.

Despesa com pessoal no SNS cresceu quase 600 milhões de euros
Ministérios da Saúde e das Finanças dizem que melhoria das condições de trabalho "deve ser valorizada por todos os profissionais". Nota contesta avaliação do Tribunal de Contas e afirma que despesa do SNS deverá atingir os 10.000 milhões de euros.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade