regiaonorte.net
Sem FOTO:427

Serra de Antelas

Em Moreira do Lima, Ponte de Lima, Viana do Castelo

Nas faldas da Serra de Antelas, em Moreira do Lima, Ponte de Lima, ergue-se, em ambiente bucólico, a Capela Românica do Espírito Santo cuja construção remonta ao séc. XIII- XVII, num adro murado sobranceiro à estrada. Numa cota abaixo, fica o fontanário de três bicas do séc. XVIII, coroado por três bolas sobre plintos. Nas proximidades existem várias casas solarengas cuja construção marca uma época senhorial.

No sec. XII existia ali um vasto complexo arquitectónico que servia de sede aos frades templários. Provavelmente, terá sido no sec. XIII a data de construção da actual capela que se enquadra na tipologia arquitectónica religiosa, românica em ambiente rural. Pertence à segunda fase do românico português onde é manifesta uma certa apropriação das formas e temas tradicionais, nomeadamente na adopção da capela-mor quadrangular, de tradição hispânica, e na diminuição dos capitéis com decoração de inspiração vegetal. Integrando-se na segunda fase do foco românico do Alto Minho onde é já nítida uma certa tendência para o gótico, a traça arquitectónica manifesta-se especialmente no pórtico axial, com arco apontado e sem tímpano, e  a fresta da parede testeira da capela-mor já contém uma modinatura gótica. Procederam-se a modificações interiores no séc. XVII em estilo maneirista sendo os retábulos de talha do tipo de "retábulos de edículas". O frontal do altar da capela-mor é de madeira pintada imitando tecidos com motivos florais.



Os modilhões, todos eles esculpidos, são muito curiosos e, segundo Manuel Aguiar Barreiros, na sua simbólica está bem patente as alusões morais e satíricas; por exemplo na figura de olhos esbugalhados que deita fora a língua desmedida - a maledicência; a que aperta com força os dedos aos lábios - o segredo; a que junta as mãos suplicantes ao céu - a oração; a que com ar glutão espalma as mãos sobre o estômago - a gula, etc.

Indicações:

Na A 27 de Viana do Castelo sair para Ponte de Lima. A seguir à rotunda do lado Sul da A 27 prestar atenção à indicação para Santo Ovídio; para quem vem de Ponte de Lima para Viana do Castelo seguir para a A 27 e procurar a mesma indicação

  • seguindo para Santo Ovídio desviar à direita em 41° 47.057'N, 8° 36.507'W
  • seguir pela estrada de alcatrão à direita em 41° 47.124'N, 8° 36.798'W até encontrar a capela


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Descobertas nanopartículas que influenciam evolução dos tumores
Investigadores da Universidade do Porto estão na equipa que fez a descoberta que pode permitir melhorar o diagnóstico e no futuro o tratamento.

Em nove anos confirmaram-se 111 vítimas de exploração sexual em Portugal
Mulheres de rede de prostituição desmantelada pelo SEF que serão vítimas de tráfico eram africanas, segundo Observatório de Tráfico de Seres Humanos. Rede teria elementos no Senegal, Portugal, Guiné-Bissau, Espanha, Luxemburgo, França e Itália.

Verdes questionam Governo sobre helicópteros Kamov parados
Numa pergunta ao Ministério da Administração Interna, "Os Verdes" querem saber se o combate a incêndios de inverno está garantido uma vez que todos os Kamov do Estado estão parados.

BCE deixa cair o terceiro maior banco da Letónia
Regulador europeu retirou o financiamento ao banco ABLV e não defende resgate. BCE acredita que banco está a falir e que não conseguirá fazer face às suas dívidas.

PCP "não abdica de ser comunista" e está "orgulhoso do seu papel"
Jerónimo de Sousa falou este sábado na conferência sobre o centenário do nascimento de Karl Marx.

Ouviram-se tambores (e la-la-las) ao longe na Berlinale nº 68
Balanço possível de um festival que se esperava em lume brando e acabou por ser bem mais quente do que prometia, abrindo ao som dos tambores japoneses de Ilha dos Cães.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade