regiaonorte.net
Sem FOTO:427

Serra de Antelas

Em Moreira do Lima, Ponte de Lima, Viana do Castelo

Nas faldas da Serra de Antelas, em Moreira do Lima, Ponte de Lima, ergue-se, em ambiente bucólico, a Capela Românica do Espírito Santo cuja construção remonta ao séc. XIII- XVII, num adro murado sobranceiro à estrada. Numa cota abaixo, fica o fontanário de três bicas do séc. XVIII, coroado por três bolas sobre plintos. Nas proximidades existem várias casas solarengas cuja construção marca uma época senhorial.

No sec. XII existia ali um vasto complexo arquitectónico que servia de sede aos frades templários. Provavelmente, terá sido no sec. XIII a data de construção da actual capela que se enquadra na tipologia arquitectónica religiosa, românica em ambiente rural. Pertence à segunda fase do românico português onde é manifesta uma certa apropriação das formas e temas tradicionais, nomeadamente na adopção da capela-mor quadrangular, de tradição hispânica, e na diminuição dos capitéis com decoração de inspiração vegetal. Integrando-se na segunda fase do foco românico do Alto Minho onde é já nítida uma certa tendência para o gótico, a traça arquitectónica manifesta-se especialmente no pórtico axial, com arco apontado e sem tímpano, e  a fresta da parede testeira da capela-mor já contém uma modinatura gótica. Procederam-se a modificações interiores no séc. XVII em estilo maneirista sendo os retábulos de talha do tipo de "retábulos de edículas". O frontal do altar da capela-mor é de madeira pintada imitando tecidos com motivos florais.



Os modilhões, todos eles esculpidos, são muito curiosos e, segundo Manuel Aguiar Barreiros, na sua simbólica está bem patente as alusões morais e satíricas; por exemplo na figura de olhos esbugalhados que deita fora a língua desmedida - a maledicência; a que aperta com força os dedos aos lábios - o segredo; a que junta as mãos suplicantes ao céu - a oração; a que com ar glutão espalma as mãos sobre o estômago - a gula, etc.

Indicações:

Na A 27 de Viana do Castelo sair para Ponte de Lima. A seguir à rotunda do lado Sul da A 27 prestar atenção à indicação para Santo Ovídio; para quem vem de Ponte de Lima para Viana do Castelo seguir para a A 27 e procurar a mesma indicação

  • seguindo para Santo Ovídio desviar à direita em 41° 47.057'N, 8° 36.507'W
  • seguir pela estrada de alcatrão à direita em 41° 47.124'N, 8° 36.798'W até encontrar a capela


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

O “novo normal” para as Universidades e a perigosa vertigem do virtual
Sob a máscara deste discurso, é difícil ignorar que estará em curso a conversão da Universidade num business center de investigação a pronto e por encomenda, e numa fábrica de venda de diplomas mal-amanhados num simulacro de formação à distância.

A carga horária
Qualquer reforma deve compreender os limites da coerção e a capacidade de persuasão. Sem mudar os regulamentos e a sua lógica, nada se conseguirá para o ensino superior.

Por onde começar?
A comunidade artística terá de reflectir no que deve, pode e está disposta a fazer, no contexto complexo de um mundo que vai atravessar tempos difíceis, e porventura mais trágico.

Regresso a Sefarad
O acesso à nacionalidade portuguesa pelos sefarditas faz parte de uma política de reparação histórica. O argumento logicamente impecável contra ela é o daqueles que consideram que nenhuma política de reparação faz sentido.

Tudo parece impossível, até ser feito
Mais do que constatar, é preciso agir. A situação económica justifica e o tecido social exige um antivírus contra a austeridade, o desemprego, a precariedade e os baixos salários.

Resistir ou desistir
Antigamente eu detectava novas maneiras de falar e toda a minha mancha cerebral se iluminava de irritação. Agora já me consola descobrir as mudanças.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade