regiaonorte.net
Sem FOTO:427

Serra de Antelas

Em Moreira do Lima, Ponte de Lima, Viana do Castelo

Nas faldas da Serra de Antelas, em Moreira do Lima, Ponte de Lima, ergue-se, em ambiente bucólico, a Capela Românica do Espírito Santo cuja construção remonta ao séc. XIII- XVII, num adro murado sobranceiro à estrada. Numa cota abaixo, fica o fontanário de três bicas do séc. XVIII, coroado por três bolas sobre plintos. Nas proximidades existem várias casas solarengas cuja construção marca uma época senhorial.

No sec. XII existia ali um vasto complexo arquitectónico que servia de sede aos frades templários. Provavelmente, terá sido no sec. XIII a data de construção da actual capela que se enquadra na tipologia arquitectónica religiosa, românica em ambiente rural. Pertence à segunda fase do românico português onde é manifesta uma certa apropriação das formas e temas tradicionais, nomeadamente na adopção da capela-mor quadrangular, de tradição hispânica, e na diminuição dos capitéis com decoração de inspiração vegetal. Integrando-se na segunda fase do foco românico do Alto Minho onde é já nítida uma certa tendência para o gótico, a traça arquitectónica manifesta-se especialmente no pórtico axial, com arco apontado e sem tímpano, e  a fresta da parede testeira da capela-mor já contém uma modinatura gótica. Procederam-se a modificações interiores no séc. XVII em estilo maneirista sendo os retábulos de talha do tipo de "retábulos de edículas". O frontal do altar da capela-mor é de madeira pintada imitando tecidos com motivos florais.



Os modilhões, todos eles esculpidos, são muito curiosos e, segundo Manuel Aguiar Barreiros, na sua simbólica está bem patente as alusões morais e satíricas; por exemplo na figura de olhos esbugalhados que deita fora a língua desmedida - a maledicência; a que aperta com força os dedos aos lábios - o segredo; a que junta as mãos suplicantes ao céu - a oração; a que com ar glutão espalma as mãos sobre o estômago - a gula, etc.

Indicações:

Na A 27 de Viana do Castelo sair para Ponte de Lima. A seguir à rotunda do lado Sul da A 27 prestar atenção à indicação para Santo Ovídio; para quem vem de Ponte de Lima para Viana do Castelo seguir para a A 27 e procurar a mesma indicação

  • seguindo para Santo Ovídio desviar à direita em 41° 47.057'N, 8° 36.507'W
  • seguir pela estrada de alcatrão à direita em 41° 47.124'N, 8° 36.798'W até encontrar a capela


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Um conto de Natal na cidade que é um conto de fadas
Com um dos melhores mercados natalícios da Europa, Colmar, no coração da Alsácia, é um postal de casas com fachadas de tantas cores. Bairros como a encantadora Petite Venise são admirados nesta época do ano tanto por adultos como por crianças.

A Leste da Sé de Braga com cozinha moderna e alternativa
Diverge da oferta tradicional com propostas que não escondem o gosto pela cozinha e produtos com origem italiana. Também o ambiente elegante e intimista ajudam a boa boca.

Um pote onde cabe todo o interior
Vanessa Melo pegou nos 164 municípios de baixa densidade do país para recolher os produtos regionais que lhe traziam a infância à memória. O Pote da Gula é um projecto solidário que quer diminuir as desigualdades entre o interior e o litoral. Já comprou todas as prendas de Natal?

Por este Douro acima
O leitor João Tiago Oliveira conta a sua experiência no Douro Vinhateiro.

O verdadeiro Pai Natal não precisa de barba postiça
É professor, actor e encenador e, nesta época do ano, é chamado a exercer funções de grande responsabilidade: arrancar sorrisos e gargalhadas a crianças de Norte a Sul do país. Guloso assumido, alimenta o sonho de viajar até Antália, na Turquia, terra de São Nicolau.

Ninguém sabe por que é que torradas de carcaça são injustamente preteridas mas chegou o tempo de celebrá-las
Como quase todas as carcaças são más, é preciso insistir naquelas que são feitas à mão em forno de lenha. Custam 15 cêntimos cada uma e dão duas torradas formidáveis: uma das grandes pechinchas do nosso tempo

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade